CORAÇÃO ABRASADO NO JUBILEU, IDENTIDADE REAL DE UM WESLEYANO!

Por Bispo Sinvaldo Coelho

“Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.” – Lm. 3.21.

A experiência do coração abrasado é um marco na vida de John Wesley, é um divisor de águas em sua relação pessoal com Deus e em seu serviço ao Mestre e aos homens.

Esta experiência deve ser um profundo e intimo desejo de todo servo genuinamente wesleyano. Não há como prosseguir nesta linha de “esplendor sem fim”, sem este selo do Espírito Santo.

Ser um Wesleyano requer como parte integrante de seu genes, de seu caráter, de sua essência ser e estar completamente comprometido com a marca do Espirito Santo que abrasa profundamente suas motivações, seu intelecto, suas emoções, seu espirito e o conduz a gloriosa missão de Proclamar Vida e Transformar Gerações!

Um Wesleyano de raiz, um wesleyano que por livre vontade escolheu ser wesleyano deverá buscar incessantemente o avivamento, a conversão de sua vida, a transformação de sua índole, a modificação de seus pensamentos, palavras e atitudes.

Ser Wesleyano é lembrar e cativar no profundo de sua alma, de seu coração o amor a Deus e ao próximo como expressão máxima do caráter do Filho revelado aos homens por meio de Sua Graça e de Seu Corpo sobre a terra.

Ser Wesleyano é desenvolver uma fé atuante, pratica, que restaura o ferido, perdoa pecados, cura enfermos, discípula ao crescimento e maturidade cristã, alimenta a fome e sacia a sede do necessitado, educa seus filhos e levanta uma nova geração de discípulos comprometidos com Cristo.
Ser Wesleyano no ano do Jubileu é pôr em pratica o seu real significado: “Santificar ao Senhor, Proclamar liberdade, Perdoar as dívidas, Restaurar a possessão e a família!” – Lv. 25.10 a 15, 27.24.

Ao pensarmos no dia do coração abrasado, do pastor e esposa wesleyanos devemos aproveitar e trazer a memória os princípios da fé wesleyana, revermos nossas praticas, alinharmos com a Bíblia e sairmos pelos campos e valados restaurando a fé, a vestimenta de festa, o anel do filho que está perdido.

Proclamemos uma grande festa para celebrarmos o Jubileu do amor e do perdão, do reencontro e da restauração, da comunhão e da restituição, do clamor de alegria e de libertação!

Façamos uso das palavras do Mestre Jesus: ““O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação.” – Lc. 4.18.

ABENÇOADO DIA DO PASTOR E ESPOSA WESLEYANO DE CORAÇÃO ABRASADO NO JUBILEU DE OURO PARA AS NOSSAS VIDAS!
Bp. SCC 201705

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s